Planeta Reggae

Current track

Title

Artist


HOJE O DIA É DO DELROY WILSON!! PARABENS!!!

Written by on 5 de outubro de 2020

Em 05 de outubro de 1948, nasceu Delroy George Wilson, que quando era criança ja era considerado a primeira estrela infantil da Jamaica, uma criança prodigio.

Aos 13 anos ele iniciou sua carreira gravando algumas músicas independente, ele gravou seu primeiro single “Emy Lou” em 1962 com a produção de Clement “Coxsone” Dodd. As músicas Joe Liges , Spit in the Sky e I Shall Not Remove explodiram do Studio One com uma força inimaginável, e outra música contra Buster novamente “Prince Pharaoh”, unica música que a voz de Dodd é ouvida.

Na transição do Ska para o Rocksteady Delroy estava no final de sua adolescência, meados de 1960, nessa época produziu bastante conteúdos de sucessos, incluindo um dos primeiros discos de Rocksteady “Dancing Mood”, “Jerk in Time” (com Wailers), “Feel Good All Over”, “I’m not a King”, “True Believer in Love”, “Rain From the Skies”, “Conquer Me” e “Riding for a Fall”. 

Ele também fez sucesso com Bunny Lee no final dos anos 60 e inicio dos anos 70 com músicas como “This Old Heart of Mine”, “Footsteps of Another Man” e “Better Must Come”.

Um disco que ficou famoso na época e perdeu por pouco o sucesso das paradas britânicas foi seu lado A com a música “It Hurts” / “Put Yourself in My Place”. Na época ele também gravou a música “Run Run” que foi originalmente gravada para Dodd, e para o produtor independente Keith Hudson

Em 1972 o Partido de Michael Manley escolheu para a campanha eleitoral a música “Better Must Come”, no mesmo ano foi lançada uma das músicas mais famosa, “Cool Operator”, que Delroy foi apelidado também.

Delroy trabalhou com diversos produtores nos seguintes anos, que são: Joe Gibbs (“Mash Up Illiteracy”, “Pretty Girl”), Gussie Clarke (“Love”), Winston “Niney” Holness (“Rascal Man”), Harry J (“Ask The Lonely”) e Joseph Hoo Kim (“It’s a Shame”).

Em 1976, foi gravado um cover de “I’m Still Waiting”, dos Wailers, e foi um sucesso absurdo, seguido do lançamento do álbum Sarge. Com uma produção de Bob Andy, “The Last Thing on My Mind” chegou em primeiro lugar nas parada de audiência.

Em 1980 Delroy já não teve muita sorte e teve alguns lançamentos baixos, que não se adequaram e menos visto. Alguns lançamentos até chegou a conquistar as pessoas com King Jammy “Don’t Put The Blame on Me” e com Bunny Lee “Ease Up”, porém sua saúde estava cada vez mais comprometida.

Antes de Bob Marley, Dennis Brown, Jimmy Cliff, Bob Andy, John Holt, Ken Boothe e Leroy Sibbles destruírem o lugar, o nome na boca de todos era Delroy Wilson. Ele era formidável na era ska, e quando a música mudou para rocksteady no final dos anos 1960, foi então que ele estava realmente pronto para marcar seu domínio na cena musical jamaicana. .

Além do próprio padrinho, Alton Ellis – em uma galáxia própria – o artista que muitos outros grandes adoravam era Delroy Wilson, ele foi o pioneiro. Ele era o artista a modelar, pessoas como Dennis Brown e Errol Dunkley fizeram covers de músicas de Delroy no início de suas carreiras.

Além de seu mais lamentável alcoolismo, que o reteve consideravelmente, Delroy foi um modelo também em sua vida pessoal; uma das estrelas mais humildes, modestas e decentes que já tivemos. Delroy tinha um sorriso onipresente e sempre foi bem-humorado. Seu alcoolismo foi, em parte, causado por sua frustração por nunca ter recebido o reconhecimento e a honra que merecia. Delroy costumava reclamar sobre como ele não foi reconhecido, de quanto tempo ele vinha trabalhando na vinha musical sem ‘respeito’.

Em 1995, Delroy com 46 anos falece por complicações de cirrose do fígado, no Hospital UWI de Kingston.

Em 2013, foi condecorado com a Ordem de Distinção do Governo da Jamaica.

Em 2015, seu amigo de infância, “Jah Ruby” lançou o álbum The Delroy Wilson Store, com 21 músicas covers de Delroy Wilson.

Tagged as

Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *