Planeta Reggae

Current track

Title

Artist


ACADEMIA DANCEHALL PROMOVE A 2º EDIÇÃO DO CONEXÃO JAMAICA

Written by on 10 de dezembro de 2020

No próximo domingo (13), a partir das 15h, a Academia Dancehall traz ao Brasil a segunda edição do evento intitulado “Conexão Jamaica” com os dançarinos Wassi e Shakespear, ambos da Jamaica. Com o intuito de promover e fortalecer o Dancehall autêntico, base de estudo e desenvolvimento dessa dança e cultura, o evento traz Wassi para aulas de Dancehall Queen e Female Steps – estilos de passos femininos; e Shakespear para aulas de Street Vibes, que são os passos originalmente conhecidos nas grandes festas do estilo urbano. 

Além da parte prática, o evento encerra com um bate-papo entre os convidados e estudantes, que contará com mediação e intérpretes para inglês, espanhol e português da Academia Dancehall. Em tempos de isolamento social, o dançarino Shakespear comenta as diferenciações no ensino e prática do Dancehall nas ruas e nos estúdios de dança. “Quando você traz o Dancehall para as ruas, que é a vibe natural das festas, as pessoas sintonizam melhor, mais do que nos estúdios. Embora seja preciso ministrar aulas nos estúdios para o ensino dos movimentos, aonde vamos aprender o Dancehall Autêntico será nas ruas, é lá onde está o amor das pessoas”. 

O evento é voltado tanto para quem já conhece e pratica, quanto para quem tem alguma curiosidade em conhecer a cultura Dancehall. O dançarino, produtor cultural e gestor da Academia Dancehall, Ng Coquinho ressalta a importância destes processos de estudos e intercâmbios culturais a fim de rompermos com o processo de apropriação cultural. “É preciso minimamente saber de sua origem jamaicana, de suas bases, fundamentos e do authentic flow, vibe, passos e quem são os criadores originais, lendários ou da atualidade. É muito comum encontrarmos grandes estúdios e escolas de dança com professores e estudantes de classe média e alta como protagonistas e consumidores, além de grandes eventos de dança que priorizam pessoas brancas, ou até pessoas mais ligadas às danças do Hip Hop do que do próprio Dancehall”, pontua ele. 

Existe uma preocupação por parte de coletivos como a Academia Dancehall, em não só promover tais conexões com profissionais da Jamaica, mas também de construírem uma cultura Dancehall no Brasil que se espelha na origem, mas que proporciona debates sobre temas como o combate à homofobia e ao machismo. O combate à essas opressões sociais por meio do Dancehall, se dá a partir da promoção ao empoderamento feminino, incentivo ao afroempreendedorismo, ao cuidado com sua espiritualidade, ao desenvolvimento de consciência política, além do aprofundamento aos saberes afrocentrados e ancestrais.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA Domingo (13)
14h30 Recepção
15h00 Shakespear (Jamaica)
16h00 Wassi (Jamaica)
17h15 Bate-papo com os convidados

SERVIÇO

Evento internacional de Dancehall “2ª edição do Conexão Jamaica” 

  • Data: 13 de dezembro (domingo)
  • Horário: 14h30 
  • Formato: Online
  • Plataforma: Zoom
  • Ingresso: U$ 17,00 ou R$ 80,00 
  • Inscrições: Neste link

Sobre Shakespear

Associado ao Colo Squad de Kingston (Jamaica) e famoso pelo nome de dançarino Shakespear é um popular e influente dançarino urbano jamaicano. O uso de óculos de sol grandes é facilmente reconhecido nos videoclipes e para quem frequenta a autêntica vida noturna de Dancehall jamaicano. Embora ele tenha optado por permanecer um dançarino independente, ele costuma trabalhar com muitos dos grupos mais populares nas ruas. Como artista solo, ele nunca falha em hipnotizar seu público com seus movimentos de dança animados, expressões faciais cômicas e alta energia. Como professor de dança, ele demonstra o genuíno flow e o sentimento do Dancehall. Seus alunos admiram sua paciência, profissionalismo e personalidade serena. Em 2016, foi premiado como dançarino do ano, e no ano seguinte como dançarino mais excepcional e step (passo) mais criativo do ano no “Rock Di World”. Os passos de dança de Shakespear são mundialmente conhecidos na cena do Dancehall, alguns deles são: ‘Winnings’, ‘Hot Step’, ‘Easy Skank’, ‘Jamaica-Jamaica’, ‘Shakespeare’, ‘Rock Di World’, ‘Charge Up’ e ‘Bobo Rock’. Vários artistas do Dancehall, incluindo Voicemail, Chi Chi Ching, Samboni e Bugle incluíram os passos de Shakespear em seus trabalhos..

Sobre Wassi

Chantel Robison, popularmente conhecida por Wassi é de Kingston (Jamaica). Integrante do reconhecido grupo ‘The Extreme Pushers” criadoras de passos famosos mundialmente como o ‘The Feeling’, ‘My Feeling’, ‘Charming’, ‘Call her Again e o tradicional ‘So Smooth’. Wasi também compõe o coletivo ‘Versatile Ones’, presente no documentário ‘Move’ da Netflix com a Kimiko Versatile, e o coletivo Afro Jam. Já participou de shows com nomes como Popcaan, Buju Banton e Jada Kingdom –  cantores famosos do Dancehall, R&B e outros estilos urbanos. Ela é também vencedora na competição do Word Reggae JCDC de 2019 com o “The Extreme Pushers” e já participou de videoclipes de artistas como Spice, Sean Paul, Shaggy, Jahvillani, Jason Deurelo, DJ Liquid, Kemar Incon, Shensea e QQ.

Sobre Academia Dancehall
Academia Dancehall é uma plataforma artística e cultural que, desde 2017, promove a ampliação dos saberes da cultura jamaicana dancehall, e que, por meio da produção de atividades acessíveis ao público permite a democratização, acesso e fortalecimento da cultura dancehall no Brasil. A Academia é composta por alguns dos mais influentes nomes e pesquisadores do movimento dancehall brasileiro, além de continuamente realizar parcerias com artistas profissionais da Jamaica e da América Latina. Seu principal objetivo é o fortalecimento da diáspora africana e da cultura preta e periférica, por meio da formação de novos grupos, da conexão e do fortalecimento de artistas, coletivos, festas e sound systems.
Instagram | Facebook


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *