GOOGHA LANÇA SEU 1º EP | Planeta Reggae

Planeta Reggae

Current track

Title

Artist


GOOGHA LANÇA SEU 1º EP

Written by on 30 de novembro de 2020

O EP “Tesouro” conta com cinco faixas da reggae music, com participações especiais do reggae capixaba e do rap nacional

Após quatro anos de trabalho, finalmente o primeiro álbum solo do músico capixaba Googha foi lançado. Trata-se do EP “Tesouro”, um disco com cinco faixas da reggae music e que conta com participações especiais de músicos capixabas e nacionais de renome, do reggae e do rap. Produzido pelo próprio artista em parceria com o produtor Felipe Gama, o disco foi lançado em todas as plataformas digitais no dia 14 de novembro.

Googha, que foi guitarrista da banda de rock capixaba Volume 7 e baixista da banda de reggae Mandalla Roots explica que o EP “Tesouro” traz o que de melhor absorveu em sua trajetória de mais de 20 anos de música. Além de cantar no disco, ele também gravou os baixos e violões.

“É um disco de reggae, mas na musicalidade do álbum trago um pouco de tudo o que a música me ensinou em toda a minha trajetória e isso pode ser observado nas linhas melódicas, nas frases do violão, nas linhas de baixo, na produção artística em si. Fiquei muito satisfeito pois consegui imprimir a minha identidade ali”, afirma o músico.

Tesouro

Quanto ao título do álbum, Googha explica que diz respeito a uma transformação pessoal que vivenciou durante a composição da obra.

“Durante o processo de composição do álbum, passei por um processo de transformação pessoal intenso, de mudança de perspectiva de vida, de visão de mundo, motivado pelo nascimento da minha filha. Do jeito que eu estava não conseguiria ser um bom marido e nem um bom pai. Busquei em Deus forças e, graças a Ele tenho me tornado um ser humano melhor a cada dia, eu creio. “Tesouro” vem daí. Vem de tratar como seu “tesouro”, sua prioridade, aquilo que realmente importa. Primeiro, Deus, sem o qual não somos nada. Depois, os nossos, que dependem de nosso amor e cuidado e, também, o nosso próximo, que deve ser alvo da nossa bondade”, ressalta.

Participações

Dentre as participações especiais do álbum, destacam-se Lucas Ramos, vocalista da banda capixaba de reggae Gravidade Zion, na faixa “Tesouro”, que dá título ao álbum, e o rapper paulista Biorki, na faixa “Verdadeiro Valor”. A cantora capixaba Carla Campos também participa das vozes da música “Grato, Pai”, além de fazer os coros e backing vocais do álbum junto de sua mãe Cristina Campos.

A tecladista Thaysa Pizzolato, da banda Auri, foi a responsável pela gravação das escaletas; as percussões ficaram a cargo do capixaba Ruy Wilker Marques e os ukuleles foram gravados por Fernandinho Fortunato. A produção ficou a cargo de Felipe Gama (que já produziu artistas como Marcelo D2, Seu Jorge e B-Negão) junto com Googha, que também fez a produção artística do álbum.

“Foi um trabalho que demorou sair por causa de todos os pormenores que envolvem a carreira de músico independente, como restrição orçamentária e dedicação a outras áreas de atuação. Mas fiquei muito feliz com o resultado e creio que será um belo presente não somente aos amantes do reggae, mas para aqueles que apreciam boa música com boas mensagens”.

Mais sobre Googha

Googha segue projeto solo desde o ano de 2012, influenciado principalmente pela reggae music e pela surf music. Desde o início do novo milênio foi integrante das bandas Volume 7 (2002-2008, banda com a qual lançou o CD “Espinha Dorsal”, de 11 faixas), Alamo (2007-2010) e Mandalla Roots (2007-2010). Em sua carreira solo tem quatro videoclipes lançados, com destaque para “Mo Luv (Mais Amor)”, faixa 1 do EP Tesouro.

Já dividiu o palco com grandes nomes da música nacional e internacional como Pitty, Detonautas, Dead Fish, Garage Fuzz, Dance of Days, Aline Duran, Bambix (Holanda), Boom Boom Kid (Argentina), Don Carlos (Black Uhuru/Jamaica) e Apple Gabriel (Israel Vibration/Jamaica).

Googha também é idealizador e coordenador do Projeto Rei das Ruas, que presta atendimento socioeducativo e espiritual aos adolescentes do Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases), através da música e outras formas de arte.


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *